top of page
  • Centro Brasileiro Inovação e Sustentabilidade

Bambu guadua: um gigante sustentável das Américas

Pertencente à família das Poaceae e à subfamília das Bambusoideae, este bambu se destaca por seu tamanho impressionante, resistência e versatilidade, tornando-o um recurso inestimável para diversas aplicações.




O bambu Guadua Angustifolia está entre as espécies prioritárias de acordo com a metodologia desenvolvida pelo Inbar. O Guadua Angustifolia é bambu grande e espetacular, com rizoma paquimorfo alongado que ajudar a planta a se espalhar horizontalmente, cobrindo mais espaço e, em alguns casos, a adaptar-se a condições ambientais adversas.


O caule, ou colmo, é robusto, reto e chegam a 30 metros de altura, possui cor verde escura com faixas brancas nos nós, diâmetro de até 20 cm, com parede espessa, e folhas de tamanho médio. É considerada de excelente estatura, com durabilidade dos colmos e com propriedades mecânicas superiores.


Devido à sua resistência e flexibilidade, o bambu Guadua Angustifolia é altamente valorizado na construção civil. Ele é utilizado na criação de estruturas leves, mas resilientes, capazes de resistir a terremotos e ventos fortes. Além disso, seu rápido crescimento e capacidade de regeneração após o corte o tornam um recurso renovável e ambientalmente sustentável, oferecendo uma alternativa ecológica à madeira. As plantações comerciais estão aumentando.

.

Sua distribuição tem origem na América do Sul, sendo bem distribuída e cultivada na América Central e do Sul. O bambu Guadua Angustifolia foi introduzido em muitos outros países.


1994, Inbar

O Guadua cresce em solos ricos a médios, especialmente ao longo de rios e terrenos montanhosos, tolera –2°C, e são valiosos em terrenos inclinados e para conservação do solo. O Guadua desempenha um papel crucial em seus ecossistemas nativos, contribuindo para a proteção do solo contra a erosão e servindo como habitat para diversas espécies de fauna.


Atualmente os esforços de pesquisas limitam-se a estudos sobre preservação do colmo e determinação das propriedades físicas.


A exploração sustentável do bambu Guadua é vital para a conservação e de proteção dos ecossistemas onde ele é encontrado. Práticas de manejo responsável, que incluem o corte seletivo e o replantio, são essenciais para garantir que este recurso valioso continue a prosperar para as futuras gerações.


O Centro Brasileiro Inovação e Sustentabilidade – CEBIS, tem desempenhado um papel fundamental na promoção do bambu Guadua tanto no Brasil quanto no mundo. Através de pesquisas, desenvolvimento de técnicas de manejo sustentável e divulgação de suas inúmeras aplicações, o CEBIS busca não apenas preservar essa espécie, mas também incentivar seu uso como um recurso renovável e eco-friendly. Suas iniciativas ajudam a elevar o perfil do bambu Guadua como uma alternativa viável e sustentável para a construção, design e muitas outras indústrias, destacando seu potencial no desenvolvimento de soluções sustentáveis globais de baixo carbono.


O bambu Guadua é mais do que apenas uma planta; é um símbolo de versatilidade e sustentabilidade. À medida que o mundo busca alternativas sustentáveis para os recursos tradicionais, o bambu Guadua destaca-se como um exemplo brilhante de funcionalidade aliado as soluções de baixo carbono.

147 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page