top of page
  • Centro Brasileiro Inovação e Sustentabilidade

Arquitetura Biofílica: Transformando Espaços e Carreiras no Brasil

Atualizado: 26 de dez. de 2023


Restaurante Suzuki, Arq. Kenzo Kuma.


A arquitetura biofílica tem se consolidado como um campo de inovação mundial, não apenas por sua abordagem revolucionária na concepção de espaços, mas também pela crescente demanda por profissionais capacitados nessa área. Esta abordagem arquitetônica, que visa integrar elementos naturais ao ambiente construído, está redefinindo nossa interação e percepção dos espaços urbanos e edificados.

No Brasil, a crescente tendência em direção à sustentabilidade e conexão com a natureza impulsiona a demanda por projetos baseados na arquitetura biofílica. Não se trata apenas de incluir plantas e elementos naturais nos espaços, mas sim criar ambientes que promovam bem-estar, saúde e aumento da produtividade através dessa conexão com a natureza.

Um dos coordenadores dessa mudança é o Centro Brasileiro de Inovação e Sustentabilidade (CEBIS), uma OSCIP pioneira na disseminação do uso do bambu, treinamentos e incentivos para o desenvolvimento de mão de obra especializada com foco especial no uso do bambu. O CEBIS desempenha um papel crucial ao facilitar a colaboração entre entidades públicas e privadas, promovendo eventos, workshops e iniciativas que capacitam arquitetos, engenheiros e profissionais do setor a adotarem práticas sustentáveis e biofílicas em seus projetos.

A consciente inclusão da natureza nos projetos arquitetônicos representa uma reconexão inconsciente com o ambiente natural. Por outro lado, ambientes desprovidos de elementos naturais podem impactar negativamente a saúde, a produtividade e o bem-estar.

Além disso, a tendência global de sustentabilidade e a preocupação crescente com o impacto ambiental têm impulsionado políticas públicas e regulamentações que incentivam práticas construtivas mais sustentáveis. Isso abre portas para profissionais especializados que podem contribuir significativamente para a conformidade com essas normas e diretrizes.

É crucial ressaltar que, apesar das oportunidades emergentes, ainda é necessário promover maior conscientização e educação sobre a importância da arquitetura biofílica no Brasil. Investimentos em treinamentos, cursos e políticas de incentivo podem impulsionar ainda mais o crescimento desse setor e criar mais oportunidades de trabalho para profissionais engajados em construir um futuro mais sustentável.



170 visualizações

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page