top of page
  • Centro Brasileiro Inovação e Sustentabilidade

Alibaba reinventará a entrega de alimentos com bambu

Atualizado: 26 de dez. de 2023




O grupo chinês Alibaba participou da COP 28. Segundo Toby Xu, diretor financeiro do grupo e presidente do Comitê de Gestão de Sustentabilidade, que esteve presente na conferência, a plataforma está apenas começando sua jornada para enfrentar as mudanças climáticas.


O aplicativo de entrega de alimentos Ele.me está empenhado em reduzir o desperdício de plástico, responsável por mais de 400 milhões de toneladas métricas de lixo em todo o mundo em 2021.


No início deste ano, a plataforma ganhou manchetes ao desencorajar o uso de talheres descartáveis. As sugestões no aplicativo aumentaram as entregas de alimentos sem utensílios em 648%, em comparação com um grupo de controle, conforme um estudo publicado em setembro na revista Science. Xiao Shuixian, vice-presidente sênior da Ele.me, do grupo Alibaba, informou durante um evento da COP28 que a empresa entregou mais de 1,7 bilhão de pedidos sem talheres. Este é um dos vários 'hábitos de baixo carbono' que a plataforma está incentivando entre os usuários.


No futuro, o negócio se voltará para recibos sem papel, pacotes de comida para viagem à base de bambu em vez de plástico e outros produtos de baixo carbono, segundo Xiao.


A substituição do plástico por bambu é uma tendência crescente em direção à sustentabilidade.

O bambu, uma planta de rápido crescimento, oferece uma alternativa ecológica ao plástico, derivado de recursos fósseis não renováveis e que frequentemente acaba em aterros e oceanos. Estudos indicam que produtos de bambu podem reduzir significativamente o acúmulo de resíduos plásticos. Além disso, o bambu possui uma pegada de carbono menor, absorvendo CO2 mais rapidamente do que muitas outras plantas. Sua durabilidade e biodegradabilidade o tornam ideal para itens como utensílios, embalagens e até móveis. Adotar o bambu não só ajuda a mitigar a crise dos resíduos plásticos, mas também promove uma economia circular, reduzindo nossa dependência de recursos não renováveis.


No entanto, essas iniciativas exigem a cooperação da sociedade para criar um impacto duradouro. É essa a missão do Centro Brasileiro de Inovação e Sustentabilidade (CEBIS), que une forças da iniciativa privada e pública para promover e ampliar práticas de redução de carbono nos serviços de entrega de alimentos, o que envolve o desenvolvimento de novos produtos a partir do bambu. Trata-se de filantropia orientada para a sustentabilidade, gerando emprego e renda, fomentando o empreendedorismo com capacitação e qualificação e cuidando do meio ambiente.



81 visualizações

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page